Somos muitos nesse exato momento

 

O cabelo no chão.

Estou onde acredito estar?.

A indecisão.

As vozes sempre tão mórbidas e sábias,
mas aprende-se com elas,
aprende-se a ser mais forte,                                                                                                 como nenhum tombo ensina.

A indecisão

O rosto pálido no espelho.
O coração batendo forte.
20 por 18.

Um nó no peito

Eu era aquela do espelho?.

A indecisão.

O remédio na mesa.

O mundo ainda continua girando.

Não sou a única
Somos muitos nesse exato momento

Anúncios

Isso não é uma poema dadaísta.

 

Nesses dias,
os acontecimentos tem gosto de terra
e o agora é passageiro.

Eis nós aqui,
sentados no sofá,
rememorando causos antigos
sorrindo com os dentes sujos de sangue.

Sentindo a energia um do outro e se assustando com isso.

Aquela tesoura…..
eu tinha medo dela.

Sim, sou esponja
e isso me deixa estarrecida.

Nesses dias, sento de frente
pra máquina de escrever
e ouço os gansos gritando.

Observo a sala vazia                                                                                                              e ensaio o que vou dizer a minha consciência.

Sim, sou uma não-atriz
da minha própria mentira e isso me atraí.

Nesses dias, sinto-me como o Jack
do Clube da luta
indo em grupos de apoio receber acolhimento,
pois o mundo não oferece isso.

Se sentimentos negativos roubam-lhe a alegria de viver,
procure-nos.

Sim, recebi a moeda verde e foi carinhoso.

Observo a casa vazia e percebo que a solidão
é uma das formas de entender a si mesmo.

 

 

 

 

O lamento de uma bicicleta

 

Aquela bicicleta tinha um olhar triste.

Ela refletia sobre o corpo em chamas
que estava sob si,
que cortava o vento
em questão de segundos,
que sorria sem razão.

Aquela bicicleta tinha um olhar lânguido.

Sem autonomia ela tolerava a liberdade
de quem nela subiu.
Sem protestar ela seguia em frente
enquanto quem a guiava sentia a alma se dissolver.

Uma fuga.
Um desencontro.
Uma partida.

Aquela bicicleta era uma droga e ela própria sabia disto.

O corpo era maior e ela era menor,
só que a circunstância
ligava o corpo a ela e ela ao corpo.

E como numa fatalidade das coisas incompreendidas houve a despedida.

 

Isso é tão tumblr

 

 

Surto psicótico
Crise de ansiedade
Privação do sono

Isso é tão tumblr

Mas não.

Paranóia vivida em corpo e transmutada em palavras.

Depressão.
Cabelo caindo.
Dissociação da realidade.

Isto é tão tumblr.

Mas não,
orgulho não.

Alucinações.
Glândula pineal.
Telepatia.
Movimento involuntário dos olhos.
Pálpebras pesadas.

Isto é tão tumblr.

Mas não,
é o excesso de sentir quando a vida está dormente.

 

11905446_519042971579945_8418165663089135260_o